Crianças têm cabelo no corpo todo após erro médico

No município de Torrelavega, na Espanha, vinte crianças tiveram o corpo coberto de cabelo depois que médicos desajeitados lhes aplicaram um restaurador de cabelo em vez de um remédio para dores de estômago.

As autoridades admitiram que algumas crianças da região receberam por engano minoxidil, um medicamento para crescimento de cabelo, em vez de omeprazol para tratar o refluxo gástrico. Alguns dos afetados ainda têm cabelos de lobisomem mais de dois anos depois.

Pais furiosos foram a público com suas queixas e mais tarde foi confirmado que 20 crianças foram afetadas. As famílias reclamaram ao Ministério da Saúde em julho do ano passado. Eles entraram com ações civis e criminais contra um laboratório e várias empresas de importação e distribuição do medicamento para fabricação, distribuição e venda. Duas farmácias na Cantábria foram posteriormente liberadas por um juiz.

As crianças afetadas que tomaram minoxidil desenvolveram hipertricose, que faz com que o excesso de cabelo cresça no corpo. As famílias de algumas crianças reclamaram que, apesar do tratamento, os cabelos continuam crescendo e exigem indenizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *