Conheça o Museu do Expedicionário em Curitiba

 

O Museu do Expedicionário tem como missão principal divulgar e difundir, para fins educativos, a participação histórica do Brasil na 2ª Guerra Mundial, por meio da preservação de documentos e artefatos de guerra. Além de cultuar a memória dos expedicionários, o Museu também transmite, principalmente aos nossos jovens e estudantes, valores como patriotismo, coragem e determinação. Com uma área de cerca de 1.250 m², atualmente é uma referência nacional no gênero e abriga o mais significativo acervo sobre a FEB.

A origem do Museu está ligada diretamente à Legião Paranaense do Expedicionário (LPE), instituição fundada em 1946 por aqueles que estiveram na Guerra. A LPE tinha como principal objetivo prestar assistência aos expedicionários e às famílias daqueles que morreram em combate na Itália.

Em 1951, graças ao trabalho de vários ex-combatentes e o apoio de vários colaboradores, a LPE inaugurou a Casa do Expedicionário, que passou então a ser sua sede. Aos poucos, foram sendo organizados os trabalhos assistenciais nesta nova sede, que passou a acolher expedicionários de várias partes do Estado e algumas vezes de outras partes do Brasil. No local, a LPE mantinha um pequeno espaço, denominado Sala Tenente Max Wolf Filho, onde se guardavam objetos e lembranças trazidos da guerra pelos expedicionários.

Com o passar dos anos, os expedicionários foram sendo mais bem assistidos por leis que passaram a ampará-los de uma forma mais efetiva. Em 17 de agosto de 1978, quando os serviços até então disponibilizados aos ex-combatentes deixaram de ser necessários, a LPE decidiu encerrar seus trabalhos assistenciais e voltar-se para um trabalho memorial, ampliando a Sala Tenente Max Wolf Filho. A organização do acervo também em outras salas do prédio, com doações dos expedicionários e das Unidades Militares da área, possibilitou a abertura do espaço à visitação pública.

Em 19 de dezembro de 1980 foi inaugurado o Museu do Expedicionário com sua configuração atual, a partir de um convênio entre a LPE e a então Secretaria de Estado da Cultura e do Esporte do Paraná. O Museu representa atualmente um ponto de referência para as Escolas e para o turismo local. Conta com uma média de 2.500 visitantes por mês, em sua maioria alunos das redes pública e privada. Recebe, também, turistas brasileiros e estrangeiros, além dos próprios moradores de nossa cidade.

Em 14 de setembro de 2017, a LPE doou o prédio e o acervo do Museu ao Exército Brasileiro. Atualmente o Museu do Expedicionário é administrado pelo Exército Brasileiro com o apoio da LPE, que mantém sua sede e suas reuniões de trabalho no mesmo prédio. O Governo do Estado do Paraná continua apoiando o funcionamento do Museu do Expedicionário.

Para conhecer mais detalhes sobre o Museu, por favor, acesse o link: http://www.museudoexpedicionario.5rm.eb.mil.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *