A batalha onde o esterco de vaca é transformado em projéteis

Os habitantes de Gummatapura, uma pequena cidade na Índia, culminam as celebrações do Diwali, uma festa religiosa hindu, conhecida também como o festival das luzes, com um evento chamado Gorehabba. Em essência, é uma batalha escatológica onde o esterco de vaca é transformado em projéteis. Pode parecer nojento, mas a julgar pela reação dos participantes, parece ser um evento cheio de diversão.

Certamente você está se perguntando: que tipo de cultura celebraria o fim de um feriado religioso no meio de uma guerra de esterco? Não vamos esquecer que a vaca é um animal sagrado para eles, pois é considerada um símbolo de fertilidade. Além disso, o esterco de vaca tem significado e importância na cultura da Índia.

É um material tão estimado que certas empresas o utilizam como ingrediente ativo em produtos de beleza. É também um recurso utilizado por artesãos locais e nunca teve propriedades medicinais comprovadas. Então, nesse contexto cultural é explicado que uma cidade inteira comemora uma guerra de esterco de vaca.

No dia de Gorehabba, os organizadores começam a coletar “munições” nas fazendas de Gummatapura, uma pequena aldeia localizada na fronteira entre Tamil Nadu e Karnataka. A massa de esterco é empilhada em carroças puxadas por bois ou tratores e adornadas com flores de calêndula. Mais tarde, eles são transferidos para um templo para um sacerdote realizar o ritual de bênção.

A batalha de esterco de vaca de Gorehabba é uma forma de homenagear Beereshwara Swamy, uma divindade hindu que supostamente nasceu entre os dejetos das vacas . Mas não é a única celebração na Índia que envolve uma batalha com esterco de vaca. Em Kairuppala fazem o mesmo , com a única diferença de que usam bolas de estrume seco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *